terça-feira, abril 24, 2012

Janelas Azuis


Eu não quero nada de ti,
Mas se eu tivesse que querer,
Eu quereria gastar o mar,
Gastar a areia,
Gastar a luz do sol,
Todinha contigo.

Eu quereria chão de pedra,
Janelas azuis
E uma bebida amarguinha,
Só pra não viver tanto doce.

Eu quereria teu sorriso,
A palma da tua mão
E um pouco da tua nuca.

Eu quereria teu pouso,
Teu repouso.
Eu quereria,
Mas seria muita ousadia,
E eu não ouso.

segunda-feira, abril 09, 2012

Top 10 do universo erudito


Resolvi fazer essa brincadeira de misturar uma “lista dos dez mais” com música clássica. Eu não sou uma profunda conhecedora desse universo, mas admiro bastante e admito que conheço superficialmente alguns compositores, geralmente suas criações mais populares.

No entanto, a variedade de obras é tão extensa que me dou ao luxo de classificar músicas que deveriam, a meu ver, ser ouvidas ao menos uma vez, por todo mundo. Porque são composições excelentes, que nos fazem viajar, refletir, se emocionar com uma partitura, uma nota, uma simples melodia. Sem maiores delongas, aí vamos nós:

10º La Traviata – Verdi